Home / Colunistas / ÓCULOS DE SOL

ÓCULOS DE SOL

A maioria das pessoas escolhem os óculos de sol tendo em mente as tendências da moda, os modelos mais bonitos e que combinam com seu estilo, mas a questão que realmente precisa ser observada é a qualidade das lentes que cada um oferece. Os óculos de sol atuam como um filtro para a luz que atinge os olhos, protegendo-os contra as radiações, tornando-se assim o principal aliado da saúde ocular, e não apenas um acessório de moda.

Os raios ultravioletas do tipo A (UVA), B (UVB) ou C (UVC) são os mais prejudiciais. A radiação UV, a longo prazo, poderá exercer efeitos negativos sobre o cristalino e células da retina, causando o aparecimento de lesões e de doenças oculares, como a catarata, degeneração macular e pterígio. Infelizmente muitas pessoas não estão cientes dos efeitos nocivos dos raios de sol.

A lente escura faz com que a pupila (a bolinha preta no meio do olho) fique dilatada. Isso permite a entrada de uma quantidade de luz muito maior dentro do olho. E isto pode prejudicar a visão e provocar doenças oculares. Então, além de não proteger, esta lente escura aumenta o fator de exposição dos olhos.

Ao contrário do que muitos pensam, não é a cor da lente que oferece proteção dos raios UV, mas sim um filtro transparente que pode ser aplicado tanto em óculos de sol quanto em óculos de grau. É importante saber que a proteção UV tem data de validade, ou seja, os óculos de sol também tem prazo de validade. Quanto mais os óculos forem expostos, mais rápida será a perda. Sendo assim, recomenda-se que os óculos ou lentes sejam trocados a cada dois anos.

Os óculos de sol devem ser usados mesmo em dias nublados, já que os raios de sol podem passar pelas nuvens, causando assim danos aos olhos em qualquer clima ou época do ano já que estão presentes todos os dias, portanto é indispensável seu uso.

As crianças devem usar sempre óculos de sol. Os efeitos nocivos dos raios começam a agredir os olhos já na fase infantil.

Pessoas que passam muito tempo expostas à claridade, como quem pratica esportes ao ar livre ou passa o dia dirigindo, é interessante investir em lentes polarizadas, que alinham a luz, evitam ofuscamento e deixam as imagens mais nítidas e com mais contraste. Porém estas lentes não garantem maior proteção UV, a diferença está apenas no conforto proporcionado.

Antes de comprar óculos escuros, certifique-se que aquele fabricante garante a proteção contra os raios UV. Geralmente há um selo na lente indicando que há o fator de bloqueio, importante observar de quanto é o grau de proteção UV, o ideal é que tenha 100% ou próximo disso. Observe ainda se as lentes não estão riscadas ou danificadas e se possuem toda superfície regular, ou seja, com a mesma espessura.

Evite adquirir óculos piratas e sem proteção UV, já que usar um óculos de sol de má qualidade chega a ser pior do que não usar. O barato pode sair muito caro.

Maria Júlia Sieburth
Biomédica – CRBM 32331
Especialista em Biologia Molecular, Imagenologia e Patologia Clínica
Docente em cursos Técnicos de Análises Clínicas, Estética, Química e Radiologia
mjsieburth@gmail.com

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *