Home / Polícia / Após acidente no pouso de avião, cinco suspeitos de associação ao tráfico são presos em Atibaia

Após acidente no pouso de avião, cinco suspeitos de associação ao tráfico são presos em Atibaia

Cinco homens foram presos por associação ao tráfico de drogas na última terça-feira (16) em Atibaia. A polícia chegou até eles depois de um acidente na aterrissagem de um avião de pequeno porte. A polícia aponta a quadrilha usava a aeronave para transportar a droga para a região.

De acordo com a Polícia Civil, que investigava os suspeitos há três meses, nesta terça-feira foi obtida a informação de que um avião carregado com drogas pousaria em um condomínio de chácaras, no bairro Ponte Alta, entre Atibaia e Bragança Paulista.

Por volta de 12h30, um morador do condomínio acionou a polícia informando que uma aeronave bateu em um barranco durante o pouso e que, depois, teria visto homens colocando caixas dentro de um caminhão.

Os policiais foram até o condomínio e dentro de um hangar encontraram o avião com a fuselagem da asa amassada, além de uma outra aeronave. Segundo a polícia, ambas decolaram de Ponta Porã, no Mato Grosso do Sul, e pousaram na pista do condomínio.

Suspeitos, os pilotos foram questionados e informaram que a carga foi levada para um condomínio próximo de onde os aviões estavam.No local foram achados dois caminhões com fundo falso e uma caminhonete.

Os cães do canil da PM fizeram buscas e encontraram um tijolo de um quilo de maconha escondido dentro de um tambor com milho e R$ 43 mil.

Os pilotos e os três homens que estavam na chácara, no segundo endereço vasculhado, foram presos por associação ao tráfico. Os aviões, dois caminhões e a caminhonete foram apreendidas.

A polícia recebeu a informação de que as caixas, que poderiam estar com drogas, foram colocadas em uma caminhonete branca, e que o condutor fugiu.

O caso segue em investigação. Agora, a polícia procura o dono da casa no condomínio onde os aviões pousaram e tentam descobrir quem são os donos das aeronaves.

Fonte: G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *